domingo, 19 de março de 2017

car(m)inho

é muita mágoa antiga que tá enterrada debaixo desse prédio alto
qu'eu não sei como tanta flor e tanto amor vieram pra esse lado
não que não seja terrível estar sob o pulso intenso mas agora é mais leve

é um tempo diferente que permeia a minha história nesse ano
muito diferente
porém que elevou nossa felicidade e nossa alegria
"a nossa"
desculpa, é a minha mesmo.

que seja terno e duradouro, já é!
parece coisa de sempre mas é antiga e recente (?)
nem me confundo tanto mais, só parece
parece que eu amo tanto e nem sabia que podia amar assim
será que eu posso enlouquecer de amor?
tem uma linha que limita? tem uma trava de segurança pra amar?


eu não tô entendendo como amor maduro só cresce e me derrete inteira

Nenhum comentário:

Postar um comentário